Prevenar 13, Rotarix e Rotateq

vacina02

As vacinas são uma das armas mais eficazes da medicina contra uma grande variedade de doenças. São o testemunho de como a ciência tem evoluído no combate a epidemias e a diversas patologias que anteriormente eram mortais e hoje em dia estão controladas.

 

Fora do Plano Nacional de Vacinação existem outras vacinas que podem ser necessárias em situações particulares, como quando se viaja para países onde há um risco de infecção ou apenas para reduzir o risco de transmissão de doenças.

 

Como não constam do Plano Nacional de Vacinação não são gratuitas e a sua administração fica ao critério de cada cidadão. No entanto, poderão ser obrigatórias em caso de viagens.

 

No caso dos bebés os Pediatras aconselham:

 

Prevenar 13


A nova vacina Prevenar 13 é uma vacina conjugada anti-pneumocócica, contra 13 serótipos do Streptococcus pneumoniae.

 

Esta vacina está indicada na prevenção de DIP (doenças graves como a meningite, septicémia, pneumonia com bacteriemia), pneumonia e otite média aguda causada pelo Streptococcus pneumoniae, em crianças desde as 6 semanas até aos 5 anos de idade.

 

É uma vacina eficaz, mesmo em crianças pequenas com menos de 2 anos de idade, grupo etário que apresenta elevado risco de formas graves de DIP.

 

Quantas doses?

O esquema de administração varia de acordo com a idade da criança.

 

Quando a vacinação se inicia entre os 2 e os 6 meses de idade, são necessárias 3 doses. A primeira deve ser administrada a partir dos 2 meses de idade, com um intervalo mínimo de 1 mês entre cada dose. Recomenda-se uma quarta dose, de reforço, no segundo ano de vida.

 

Quando a vacinação se inicia entre os 7 e os 11 meses de idade, são necessárias 2 doses com um intervalo mínimo de um mês e com uma terceira dose no segundo ano de vida.

 

Quando a vacinação se inicia entre os 12 e os 23 meses de idade necessitam de 2 doses administradas com um intervalo mínimo de 2 meses e entre os 2 e os 5 anos está recomendada uma dose única.

 

As contra-indicações para esta vacina contém são apenas alergia a qualquer dos componentes da vacina e, como acontece com outras vacinas, a administração de Prevenar 13 deve ser adiada em crianças com doença febril aguda grave.

 

Contudo, uma infecção ligeira, como uma constipação, não deve causar o adiamento da vacinação.

 

 

Rotarix e Rotateq

 

Esta vacina protege contra o rotavírus, grupo de vírus principal responsável pela diarreia aguda e casos de gastroenterite grave nas crianças. Está geralmente indicada nos casos em que a criança vai para uma creche ou infantário.

 

A necessidade da sua administração deve ser discutida com o pediatra. Pode ser dada em duas ou três doses, consoante o fabricante.

 

A primeira dose só deve ser administrada depois de a criança ter seis semanas de vida e a última sempre antes de a criança completar os seis meses de idade.

 

Esta vacina é administrada por via oral.

 

Vantagens e desvantagens

Todas as crianças até aos cinco anos têm pelo menos um episódio de diarreia provocada por este vírus.

Esta vacina não está, contudo, integrada no Programa Nacional de Vacinação e não é comparticipada.

 

Casos em que a criança não deve tomar a vacina

- Se estiver doente com febre (com temperatura rectal superior a 38,5ºC ou temperatura axial superior a 38ºC)

- Se teve uma reacção alérgica muito grave a uma dose anterior ou a uma substância que se sabe estar presente na vacina

- Se é uma criança imunodeprimida

 

Reacções secundárias

Pode ocasionar uma gastroenterite muito ligeira, com febre baixa, vómitos ou diarreia que são sintomas transitórios e desaparecem espontaneamente.

 


facebook-logo0111

   ACEDA À NOSSA PÁGINA


CONTACTOS ÚTEIS


Dói, Dói, Trim, Trim - Saúde 24

[T. 808 24 24 00]

Aconselhamento pediátrico em situação de emergência

Funciona 24h por dia

 

SOS - Grávida [T. 808 20 11 39

ou 21 38 62 20]

Esclarecimento e encaminhamento sobre gravidez, sexualidade e planeamento familiar

Dias úteis das 10h às 18h

 

Banco do Tempo [T. 21 354 68 31]

Apoio à família e conciliação entre vida familiar através da oferta de soluções práticas da organização da vida quotidiana

 

SOS Amamentação [T. 21 388 09 15]

Funciona das 10h às 18h

 

MAMATER [T. 21 453 20 19]

Associação pró Aleitamento Materno em Portugal


APOIO EMOCIONAL [T. 21 888 47 32]


Linha SOS Criança [T. 21 793 16 17]

Linha verde [800 202 651] dias úteis: 9h30 às 18h30


Linha SOS Adolescente [T. 800 202 484]

Linha de Apoio a Mães Adolescentes - Maternidade Bissaya Barreto


Ajuda de Mãe [T. 21 382 78 50]

Dias úteis das 10h às 18h


Contactos

Email: geral@olabebes.com

www.olabebes.com

Olabebes on Facebook